terça-feira, 31 de janeiro de 2012

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

BLOGUE SOBRE «MULHERES»

A eficácia de um blogue também depende da forma como se cruza com outros na Rede a que pertence  e com outras Redes Sociais. Assim, naturalmente,  que se vê utilidade em localizarmos outros endereços da familia do nosso, e é neste quadro que divulgamos aqui o Blogue Mujeres do jornal ElPais. E vai ficar na coluna ao lado.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

MULHERES AINDA NÃO CHEGARAM AO TOPO




Do Diário de Notícias de 14 de Janeiro último. Havemos de fazer estas contas para o setor da Cultura e das Artes. Está prometido.
Post elaborado com a colaboração de Helena Garrett

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

PINTORAS SURREALISTAS

Imagem trabalhada pela Helena Garrett da DGARTES

Esta notícia despertou-nos a atenção, e levou-nos ao site do  Museu em Los Angeles  onde está anunciada a exposição com esta  significativa imagem: 


E na Wmagazine podemos ler: Don't Miss: Female Surrealists LACMA celebrates female surrealists with a new exhibition.  By Celia McGee  que começa assim:
«Their male counterparts cast women as passive muses, muted subjects, and erotic playthings. Mas uma exposição de abertura 29 jan (através de 06 de maio) no Los Angeles County Museum of Art dá pleno reconhecimento para os surrealistas numerosos feminina na pintura, escultura e fotografia a partir do fim da cauda da Era do Jazz através da Era de Aquário. But an exhibition opening January 29 (through May 6) at the Los Angeles County Museum of Art gives full recognition to the numerous female surrealists in painting, sculpture, and photography from the tail end of the Jazz Age through the Age of Aquarius. Apesar de suas viagens para o subconsciente não eram menos imaginativos, bizarro, ou inovador do que os dos homens, as mulheres tendem a transformar o trabalho que foi mais pessoal e atormentado, como evidenciado por "In Wonderland: As Aventuras surrealista de mulheres artistas no México e os Estados Unidos. (...)».
Por último, o «género» a definir uma exposição. E quem sabe a servir de inspiração.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

NOVAS CARTAS PORTUGUESAS 40 ANOS DEPOIS


Em Dezembro do último ano, no âmbito das Leituras Imparáveis da UMAR, teve lugar «Um dia com as nocas cartas portuguesas» como pode ver no site do projeto NOVAS CARTAS PORTUGUESAS 40 ANOS DEPOIS. Por essa ocasião ainda não tinhamos ritmo aqui no EM CADA ROSTO IGUALDADE para captarmos o que vai acontecendo, mas são acontecimentos intemporais, e daí este post. E um livro com o mesmo titulo foi lançado na altura e vai ficar referenciado na coluna ao lado com uma descrição que fomos «roubar» ao blogue Da Literatura. Para alguns, e já o testamos, é uma surpresa, nunca tinham ouvido falar do acontecimento, quer do passado quer do presente, mas para outros será recordar um momento importante do seu percurso de formação civica.  

sábado, 14 de janeiro de 2012

PORTAL DO GOVERNO -TEMAS E MOVIMENTOS

O Governo tem um Portal novo. Como pode verificar da organização da Homepage faz parte um espaço relativa a OS TEMAS,  e eu fui à procura de um que dissesse respeito às mulheres ou à igualdade de género ou qualquer outra designação equivalente. Não encontrei. Ao ver o desenho do novo portal veio-me à memória o da White House, e como se pode ver têm semelhanças. Mas neste, nos assuntos, há Women. Por acaso também penso que é tema para estar na primeira página do Portal do Governo. Dirão que isso não é da minha competência, e é verdade, mas sempre podemos dar a nossa sugestão, quem sabe através de um mecanismo que está previsto e divulgado no próprio Portal - o dos Movimentos. E porque não levar isto adiante? Entretanto, e já que  «fomos aos EUA», continuemos a saber mais de lá relativamente a estas matérias e à forma como a Administração Pública a organiza. Assim, dando continuidade ao que já tinhamos visto neste post, ao clicar no «issue Women» do Portal do Governo de Obama vamos ter ao Council on Women and Girls. Como nos estão sempre a dizer para fazermos benchmarking, penso que não será dificil aceitar que o aqui expresso faz sentido. De facto, sobre estas matérias não me parece que  haja visibilidade a mais. E, claro, não confundir tudo isto com a essência das coisas. Encaremos a sugestão como medida simples, talvez, até, no dominio do simbólico...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

TRANSVERSALIDADE DE GÉNERO NA ADMINISTRAÇÃO CENTRAL

A Resolução do Conselho de Ministros n .º 161/2008, de 22 de Outubro de 2008 -  «Adopta medidas de promoção da transversalidade da perspectiva de género na administração central do Estado e aprova o estatuto das conselheiras e dos conselheiros para a igualdade, bem como dos membros das equipas interdepartamentais para a igualdade» - merece ser aqui divulgada  porque, nomeadamente, ajuda a perceber quais as estruturas e processos instituidos com vista à integração da perspetiva de género em todos os niveis de decisão política dos departamentos governamentais, e o que se espera das pessoas encarregadas de impulsionar e acompanhar as atividades na esfera da cidadania e igualdade nos diferentes serviços. Confira por si.  

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

EVE ARNOLD

Recentemente, com 99 anos, em Londres,  morreu EVE ARNOLD. «Na década de 1950 foi a primeira mulher norte-americana a entrar na prestigiada agência Magnum, depois de ter chamado a atenção de Henri Cartier-Bresson com um trabalho sobre moda em Harlem».Leia mais no expresso online. E esta evocação: The unretouched woman, no PROSPERO.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

BIG E BIIG

Uma das funções deste blogue é muito  informativa. Desde logo, tentamos fazer como que um inventário do que foi feito ou está a acontecer em termos de arte e cultura em geral na esfera da cidadania e igualdade de género e, nomeadamente, de iniciativa da Administração Pública ou com a sua intervenção direta ou indireta. Por isso,  a chamada de atenção para os seguintes projetos com a chancela UMAR:
- Biblioteca itinerante pela igualdade de género - BIIG - veja a partir daqui.
Quem souber de outros  projetos é só dizer que nós publicamos.
Numa perspetiva muito prática, precisamos deste conhecimento para gizarmos a nossa ação: para não repetirmos coisa feita, mas sim para nos encadearmos nela.

FRIDA KAHLO

Se ainda não viu, não perca.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

UN WOMEN


Mais uma organização que faz sentido divulgar neste blogue - UN WOMEN.

LEI ORGÂNICA DA CIG

No âmbito do plano de reestruturação em curso na Administração Pública, relativamente ao que importa destacar neste blogue, damos aqui conta que já saiu o diploma orgânico que procede à reorganização da Comissão para a Cidadania e a Igualdade do Género.

As suas grandes áreas de missão ou intervenção traduzem-se na cidadania e igualdade de género e violência doméstica/violência de género.
No domínio da cooperação institucional ou setorial que possam vir a potenciar a cidadania e a igualdade de género através do papel da Cultura e das Artes na vida coletiva, sendo isto claramente o propósito do presente blogue, entre as diversas atribuições que se encontram previstas no diploma da CIG, com especial acuidade encontramos:
- A promoção da educação para a cidadania e a realização de acções tendentes à tomada de consciência cívica relativamente à identificação das situações de discriminação e das formas de erradicação das mesmas;
- A promoção de acções que facilitem uma participação paritária na vida económica, social, política e familiar;
Sendo a Cultura, lato sensu, uma das importantes dimensões da vida comunitária, significando, sobretudo, humanidade, cada homem ou mulher deve agir em beneficío da efetiva cidadania e igualdade de género.

O diploma de que estivemos a dar uma breve nota pode ser lido aqui.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

«SEX AND GENDER ON BROADWAY»

Hoje, ao passar  pelo blogue Prospero da «The Economist» que é sobre «Books, arts and culture», não pude deixar de reparar no post «SEX AND GENDER ON BROADWAY» . Pode ver aqui.. E não tanto pelo que é dito numa perspetiva crítica mas pelo «Género»  no «Teatro». Doutra forma: leva-nos ao papel que a arte, na circunstância o Teatro, pode ter na «cidadania e igualdade de género». Interessante ver também o trabalho do NYT sobre a peça. 

CALENDÁRIO PARA 2012


Women Inspiring Europe 2012

«The European Institute for Gender Equality aims to promote gender equality, to fight discrimination based on sex and to raise awareness of EU citizens of gender issues. With the "Women Inspiring Europe" Calendar, EIGE aims to give visibility and pay homage to some of Europe's most remarkable women, through highlighting their achievements and success stories». Veja o calendário aqui. Fevereiro é o mês da portuguesa  Maria Regina Tavares da Silva.
(post sugerido por Mónica Guerreiro)

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

1.º ROTEIRO FEMINISTA

Uma leitora do EM CADA ROSTO IGUALDADE, professora, deu-nos conta do 1.º Roteiro Feminista a realizar no próximo sábado, de iniciativa do SPGL, com as seguintes coordenadas:
«(...)dia 7 de janeiro, sábado, temos organizado o 1º Roteiro feminista, com início na Praça do Príncipe Real às 10h, que inclui almoço. Ainda poderá inscrever-se.
Preço:  sócios - 20€; não sócios - 40€
Caso tenha dificuldade em deslocar-se ao Sindicato, contacte a dirigente Mª Helena Gonçalves através  do telemóvel 917847722.». Mas pode saber mais no site do Sindicato, nomeadamente:
«Os Roteiros Feministas têm como finalidade visibilizar a história das mulheres, quer individualmente, quer em colectivos.
Desde os finais do século XIX e primeira década do século XX, que muitas mulheres se têm vindo a bater pela igualdade de direitos e pela justiça social. Porém, este protagonismo das mulheres foi e continua a ser silenciado. O rapto da memória, ou seja, a invisibilização das mulheres na História, insere-se na longa historiografia do ocultamento que não contempla as mulheres como sujeitos históricos e políticos. À medida que as fontes se vão constituindo, incorporam as discriminações das mulheres bem como a desvalorização das actividades por elas desenvolvidas.
Contribuir para a construção da memória histórica dos movimentos de mulheres e dos feminismos é visibilizar as mulheres como protagonistas da história. É desvelar o seu pensamento e acção. É quebrar os silêncios impostos e (re)significar os seus percursos. É pôr em causa a hierarquia dos valores em que se baseia o discurso hegemónico. (...)».

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

IGUALDADE DE GÉNERO NOUTRAS ADMINISTRAÇÕES

«Isto é como as cerejas», ao tentar-se saber mais sobre igualdade de género, vamos enontrando sem procurar, e um blogue chama outro blogue, e um link leva-nos a um outro endereço, e foi assim que chegámos ao Office of Global Women's Issues que reporta diretamente a Hillary Clinton. E a
 «The Secretary’s Office of Global Women’s Issues (S/GWI) is committed to advancing the rights of women and girls as a central focus of U.S. diplomatic, development and defense interests.
The work of the office is organized based on four pillars: 1) Promoting the full engagement of women in the political and economic spheres; 2) Mitigating the impact of violence against women; 3) Addressing underlying socio-economic problems, including women’s access to health and education, food security, and global problems such as climate change; and 4) Ensuring that women are integrated as equal participants in reconciliation, post-conflict reconstruction and development in areas affected by conflict.
We implement our policy vision for these four pillars through programming all over the world, focusing strategically on these policy areas:
E  apreciamos esta sintese.

NA UMAR EM JANEIRO




Foi MÓNICA GUERREIRO, da DGARTES, que chamou a atenção para a atividade da UMAR a decorrer  no mês de janeiro (clic na imagem para ver melhor) e a primeira iniciativa é já amanhã:
As actividades culturais do Centro de Cultura e Intervenção Feminista começam já esta quinta-feira, com a tertúlia Olhares (eco)feministas sobre os impactos e mitologias do especismo.
Sob uma visão (eco)feminista, Anabela Santos e Rui Pedro Fonseca abordarão os impactos da agropecuária nas suas dimensões várias – i.e. ambiente, animais não-humanos, recursos naturais e espécie humana. Numa segunda parte, analisa mitificações e práticas especistas/carnistas legitimadas pela publicidade, bem como discute os paralelismos entre a opressão/exploração dos animais não-humanos e das mulheres no âmbito de sociedades patriarcais.
Talvez lhe interesse. E pode seguir no Facebook.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

THE EUROPEAN UNION AGENCY FOR FUNDAMENTAL RIGHTS (FRA)


«The FRA helps to ensure that fundamental rights of people living in the EU are protected. It does this by collecting evidence about the situation of fundamental rights across the European Union and providing advice, based on evidence, about how to improve the situation. The FRA also informs people about their fundamental rights. In doing so, it helps to make fundamental rights a reality for everyone in the European Union.». Mais. E vai ficar nos endereços na coluna da direita.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

EM ISRAEL DISCRIMINAÇÃO DE GÉNERO


A notícia acaba de passar na televisão, hoje 2 de Janeiro de 2012,  e dizia:
Tudo começou domingo quando uma equipa de jornalistas da televisão israelita foi assediada e apedrejada por um grupo de ortodoxos radicais.
Um repórter ficou ferido e o material foi roubado.
A equipa deslocou-se ao local para relatar os recentes incidentes.
Nos últimos tempos a cidade de Beit Shemesh, perto de Jerusalém, transformou-se num símbolo de extremismo religioso e segregação de género.
Esta criança, de origem americana, foi assediada por um extremista enquanto ia para a escola ortodoxa. O homem apontou-lhe o dedo para lhe dizer que estava vestida de forma imoral.
A mãe da criança contou aos media que a menina de 8 anos está amedrontada e nem pensa em fazer mais aquele caminho.
Os ultraortodoxos estão a segregar também as mulheres nos autocarros.
Para o líder do partido ultraortodoxo de Jerusalém : “ uma mulher judia é sobretudo classificada pela modéstia e se está sentada na parte traseira do autocarro, não é uma humilhação. Não quer dizer que é menos digna. Está simplesmente a ser modesta e é assim que deve comportar-se”.
As manifestações contra a segregação estão a disseminar-se depois de terem sido censuradas algumas campanhas de moda feminina.
A discriminação de género por parte dos ultraortodoxos é um tema que está a preocupar o primeiro-ministro de Israel, onde cerca de 10% são ultraortodoxos.
Veja o video aqui:
Israel: judeus ultraortodoxos assediam mulheres euronews, mundo ou clicando na imagem.
Para quem pensa que o problema é coisa do passado, estamos conversados ...

MULHERES NA CULTURA

Quem ontem tenha assistido ao concerto de Ano Novo no Teatro de São Carlos não poderia deixar de reparar na harmonia daquele palco, onde «em cada rosto havia igualdade» - orquestra, coro, maestro, soprano - mas uma MULHER  sobressaia - ELISABETE MATOS. Uma mulher do mundo, aplaudida em Palcos dos mais prestigiados. E ontem recebida com tanto carinho pelo público. Saiba mais. Com propriedade: asssim, de facto, é começar bem o ano!