quinta-feira, 31 de outubro de 2013

RELATÓRIO | Situação da População Mundial 2013 | A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA


Ontem, em todo o mundo, decorreu o lançamento do relatório “Situação da População Mundial 2013”. De seguida,  o resumo em português. Todos os anos há um tema, o deste relatório é sobre a Maternidade precoce.   Para saber mais, o site da  UNFPA - The United Nations Population Fund, mas o do UNFPA Brasil é também uma boa opção. 




 bem como os relatórios completos em inglês  e  espanhol. O conjunto dos endereços: 


Resumo do relatório em português: http://goo.gl/WPmKf1
Relatório completo em inglês: http://goo.gl/fQvGV1
Relatório completo em espanhol: http://goo.gl/x7ilua
Principais dados globais: http://goo.gl/2C6zy1



Como divulgámos neste post, o lançamento do relatório  foi assinalado na Assembleia da República, e na iniciativa esteve presente Catarina Furtado que, a nosso ver, fez uma intervenção muito impressiva. Do que disse, a partir do  Diário Digital: «Estes números equivalem a pessoas. As vinte mil raparigas com idades inferiores a 18 anos que dão à luz chegam-nos como números, mas depois não temos bem consciência do que isto significa. É uma imensidão de jovens que não têm acesso ao seu próprio desenvolvimento, à educação e à saúde e às consequências que isso tem». 



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

MULHERES EM DESTAQUE | Gabriela Ruivo Trindade



A notícia acima, da revista Atual do Expresso de há duas semanas, é uma das muitas que dão conta de que Gabriela Ruivo Trindade venceu o  Prémio LeYa, com o romance «Uma Outra Vez». De um outro jornal, o Público online (destaques nossos): «O romance Uma Outra Voz, de Gabriela Ruivo Trindade, uma portuguesa residente em Londres, ganhou esta terça-feira o Prémio Leya, no valor de cem mil euros. Tal como acontecera com o vencedor da edição de 2011, João Ricardo Pedro, a autora, uma psicóloga de 43 anos, está neste momento desempregada.
Manuel Alegre, presidente do júri, depois de aberto o envelope onde está escrito o nome do concorrente, comunicou por telefone a Gabriela Trindade a notícia de que era vencedora do Prémio Leya. Nessa altura ficou a saber que ela nunca tinha escrito um romance e também nunca tinha publicado. “É um romance onde se cruzam histórias individuais com a história colectiva. É um romance onde se cruzam várias personagens e é também a história de uma cidade do Alentejo, Estremoz”, disse ao PÚBLICO o escritor.
“Tem personagens femininas muito fortes, isso foi uma das coisas que mais me marcou e uma história de amor também muito forte”, acrescentou. E tem ainda “traços de originalidade e modernidade”, como o facto de mostrar algumas fotografias de um personagem que a certa altura vai para África, são fotografias dos anos 30, numa fazenda de café. “Foi uma boa escolha. Vê-se que num período de crise destes as pessoas estão a procurar soluções pela criatividade e neste caso pela criatividade literária.”». Continue a ler.





terça-feira, 29 de outubro de 2013

ETIÓPIA | Awra Amba | Igualdade entre homens e mulheres e respeito pelos velhos





«Na minha viagem pela Etiópia, visitei Awra Amba, uma comunidade de cerca de 460 pessoas, que vive a 73 quilómetros de Bahir Dar, seguindo normas pouco usuais no país, das quais os seus membros fazem questão em destacar duas: a igualdade entre homens e mulheres, em todos os planos, e o respeito pelos velhos.

Não são nem cristãos ortodoxos, nem muçulmanos, nem membros de uma qualquer outra religião, o que também está longe de ser comum e nem sempre é bem aceite. Não existem igrejas nem mesquitas na aldeia e os seus habitantes dizem que afirmam a fé no trabalho árduo, no comportamento pacífico e no respeito por todos os seres humanos. A mutilação genital das mulheres e o casamento de crianças foram abolidos.

Com 40 anos de existência, Awra Amba começou por ser ignorada, e mesmo «olhada de esguelha», mas é hoje seguida atentamente pela UNESCO, e pelo próprio governo etíope, como um modelo a divulgar e expandir. O seu fundador, Zumra Nuru, não é considerado propriamente «o chefe», mas antes uma espécie de patrono ou consultor de um conjunto de «comités» eleitos pela população, que se ocupam dos diversos sectores da vida da comunidade: educação, saúde, idosos, crianças, biblioteca, etc., etc.». Continue a ler e a ver mais fotografias no Blogue Entre as Brumas da Memória, de Joana Lopes,  donde foi tirada a que publicamos acima.

E procurámos mais sobre esta experiência e encontramos, por exemplo, o video seguinte  do dia internacional das mulheres 2013.  







segunda-feira, 28 de outubro de 2013

MATERNIDADE NA INFÂNCIA





«A Assembleia da República, o Grupo Parlamentar Português sobre População e Desenvolvimento (GPPsPD), o Fundo das Nações Unidas para a População  e a P&D Factor - Associação para a Cooperação sobre População e Desenvolvimento apresentam o relatório da UNFPA sobre a Situação da População Mundial 2013, este ano subordinado ao tema “Maternidade na Infância - Respondendo aos desafios da gravidez na adolescência”». 



sexta-feira, 25 de outubro de 2013

CARTÃO VERMELHO AO TRABALHO INFANTIL

 
 
 
A partir do site da OIT - Lisba: «A OIT divulga o relatório Medir o progresso na Luta contra o Trabalho Infantil: Estimativas e tendências mundiais 2000-2012. Segundo as novas estimativas apresentadas no presente Relatório, 168 milhões de crianças em todo o mundo estão em situação de trabalho infantil; esse número representa cerca de 11 por cento da totalidade da população infantil».
 
E segundo o Mercado Etico: «A Organização Internacional do Trabalho (OIT) relançou a campanha Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil, que já conta com o apoio de diversos artistas renomados como Cher e Susan Sarandon. Agora, as estrelas brasileiras também aderiram a iniciativa, são elas: Wagner Moura, Priscila Camargo, Osmar Prado, Camila Pitanga, Gilberto Miranda, Dira Paes e Bete Mendes. Além disso, a Copa de 2014 e as Olimpíadas do Rio, em 2016, também serão grandes eventos de mobilização da ação.
A OIT lançou a primeira campanha do cartão vermelho em 2002 com o objetivo de sensibilizar a opinião pública sobre o trabalho infantil. Oito anos depois, a segunda Conferência Global sobre Trabalho Infantil, que foi realizada em Haia, comprometeu-se com a eliminação das piores formas de trabalho infantil até 2016». O video dos artistas brasileiros:
 
  
 

 

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

MACHISMO NAS BUSCAS GOOGLE






«"Hay que poner a las mujeres...en su sitio". Lo que sigue a los tres puntos es la búsqueda sugerida de Google. Y no es que la herramienta sea machista, sino los que la usan, porque el buscador hace sus propuestas en función de los temas más consultados. Hay muchos más ejemplos: "Las mujeres no pueden...conducir", "las mujeres tienen que... estar en casa". UN Women, la agencia de las Naciones Unidas que se ocupa de los derechos de las mujeres, ha reflejado en una campaña la discriminación del mundo real a través del digital». Continue a ler.  



CONVERSAS COM ROSTO | Cecília Guimarães





Ontem, Cecília Guimarães foi a protagonista das Conversas com Rosto do TNDMII. Em abril tinha sido homenageada pela Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012 no Festival de Almada. Mais do que razões para vir para o Em Cada Rosto Igualdade. Em agosto fez  60 anos de carreira. Tem 86 de vida. Peguemos em palavras de outros para também nós  celebrarmos  Cecília Guimarães. No artigo Cecília Guimarães, obrigado de Jorge Silva Melo, precisamente a propósito da homenagem em Almada:

 Houvesse um teatro por cá, houvesse um teatro, e todos os anos veríamos a sua luminosa ironia. É que houve tantos poetas, de Shakespeare a Coward, de Miller a Duras que para ela, sem o saber, escreveram personagens que só ela saberá desdobrar, com inocente paixão, com a sua maliciosa teimosia. O Festival de Almada presta-lhe homenagem.Continue.


E da «festa» na SPA: Cecília Guimarães era toda ela uma “menina” bem comportada e impecavelmente vestida no seu estar e no seu ser, mas ainda assim rabina, audaz, de resposta pronta e desafio na pergunta. Imperturbável interveniente e atenta observadora aos mais pequenos pormenores à sua volta, com uma ponta de ironia no olhar miudinho e no sorriso, a actriz manteve-se ela mesma – uma trágico-cómica como se definiu - na homenagem que a SPA lhe promoveu, no passado dia 15 de Abril, no Auditório Maestro Frederico de Freitas.
Sem se deixar dominar pela emoção, a fazer jus ao seu poder de grande actriz, Cecília Guimarães, que comemora este ano 60 anos na arte de Talma e, nos seus quase 86 anos, ainda se mantém em grande forma no endiabrado papel de mãe alcoolizada na série “Hotel 5 Estrelas”, que a RTP passa ao sábado às 19h15, preservou a sua postura, muito bem-disposta, apesar do seu epíteto de alegado “feitio difícil” ali evocado com bonomia. +



Uma nota pessoal, lembro-me de como fiquei impressionada ao ver a exposição que lhe foi dedicada em Almada - que vida longa e cheia! -  e de pensar como seria interessante e útil dar a conhecer aquela mulher a um número cada vez maior de pessoas. Quem sabe, a exposição poderá ser reposta, e filmada, e disponibilizada na web, e ...






terça-feira, 22 de outubro de 2013

O PAPEL DA SOCIEDADE CIVIL NA RESPONSABILIDADE SOCIAL | 23 outubro 2013






A Presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, Fátima Duarte, tem a honra de convidar V. Exa. para o Workshop sobre “O Papel da Sociedade Civil na Responsabilidade Social”, que decorrerá no auditório do CECOA - Rua da Sociedade Farmacêutica nº 3, em Lisboa, no dia 23 de outubro, pelas 14 horas. 
Esta iniciativa está enquadrada no Ano Europeu dos Cidadãos e das Cidadãs e é desenvolvida em parceria com o Grupo de Empreendedorismo Responsável da REDE RSO PT. 

A inscrição deverá ser efetuada por e-mail para workshop@cecoa.pt, 

até 23 outubro (manhã). 







«DIREITOS DA UNIÃO EUROPEIA PARA AS VÍTIMAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS»





sábado, 19 de outubro de 2013

VINICIUS DE MORAES | «O amor o iluminava»

 
 
 
Se fosse vivo Vinicius de Moraes faria hoje 100 anos. As mulheres são permanentes na sua vida e na sua obra. Casou nove vezes. Dele se escreve: Vinicius amou demais e durante toda a vida dele. Sem paixão por uma mulher, o poetinha perdia a inspiração, entristecia e até morria um pouco. O amor o iluminava. Para o lembrar ou conhecer,  o site Vinicius de Moraes. E para o debate sobre mulheres e homens, diferentes e  iguais.
 
 
 
 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

«TENHA TEMPO» |Lançamento | 21 outubro | Culturgest | 10:30 H





«No próximo dia 21 de outubro, pelas 10h30, no Pequeno Auditório da Culturgest, em Lisboa, tem lugar o lançamento da campanha de promoção nacional da Conciliação entre a Vida Profissional e a Vida Familiar, que contará com a presença da Sra. Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade e do Sr. Secretário de Estado do Emprego». 




quinta-feira, 17 de outubro de 2013

«Fernanda - Quem Falará de Nós, os Últimos ?» | TEATRO Municipal São Luiz | LISBOA



Primeiro de Janeiro - 2013.10.16


Sobre este trabalho,  «Fernanda - Quem Falará de Nós, os Últimos»,   já escrevemos no Em Cada Rosto Igualdade, aquando da  estreia do espectáculo no Porto no âmbito da homenagem que o TNSJ fez a Fernanda Alves. Nos posts:  MULHERES NA CULTURA - Fernanda Alves  e no  NO DIA MUNDIAL DO TEATRO AINDA A FERNANDA . Agora, como referido na notícia, vai estar em Lisboa. Saiba mais no site do Teatro São Luiz. 




18 OUTUBRO | Dia Europeu de Combate ao Tráfico de Seres Humanos | CONVITE




«Por ocasião da Celebração do Dia Europeu de combate ao Tráfico de Seres Humanos, vimos convida-lo/a a estar presente no lançamento da Campanha de Sensibilização para esta problemática» - A Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade.



Dia 18 | Estação do Cais do Sodré | Lisboa | 17:00H



quarta-feira, 16 de outubro de 2013

INFORMAÇÃO NÃO FINANCEIRA | Em matéria de género


A fonte para este post  é a Comissão dos Direitos da Mulher e da Igualdade dos Géneros do Parlamento Europeu, e relaciona-se com a proposta de diretiva do Parlamento Europeu e do Conselho que altera as Diretivas 78/660/CEE e 83/349/CEE do Conselho no que se refere à divulgação de informações não financeiras e de informações sobre a diversidade. Trata-se ainda de um Projeto de parecer, mas terá interesse ver como estes processos evoluem. A justificação:

NO DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO | O escândalo da fome






«O Papa Francisco alertou para o “escândalo” da fome no mundo actual, apesar do desperdício diário de toneladas de comida, numa mensagem por ocasião do Dia Mundial da Alimentação, que se assinala esta quarta-feira». Continue a ler.



AS MULHERES NA LIDERANÇA EMPRESARIAL | conferência | 24 OUTUBRO 2013





A colega Fátima Mendes (IGAC) deu-nos conhecimento da iniciativa da imagem cujo tema continua na ordem do dia, nomeadamente para se refletirem as vantagens da paridade em situações de trabalho. Sobre a conferência: «Englobando sete apresentações e duas mesas redondas que vão contar com a participação de sete grandes nomes da liderança de empresas no feminino, este evento vai focar diversos temas, entre os quais o lugar que as mulheres ocupam dentro das empresas, as mais-valias que a gestão feminina representa para as organizações, as políticas remuneratórias e o toque feminino na liderança das empresas».
«Dirigido não só às mulheres, mas a todos aqueles que são apologistas da diversidade de género nos quadros superiores das organizações, a conferência vai dar conhecer a experiência pessoal de sete mulheres que ocupam cargos de destaque nas suas empresas». SAIBA MAIS.



terça-feira, 15 de outubro de 2013

OLÁ CRIANÇAS! OLÁ JOVENS ! TALVEZ LHES INTERESSE (20) | 60 anos da História de Portugal em Cromos




Mostra comemorativa dos 60 anos da primeira edição da História de Portugal em cromos (outubro de 1953), uma coleção de 203 cromos vendidos em envelopes-surpresa, que teve edições sucessivas até 1973. Esta mostra inclui os originais da capa da caderneta e de alguns cromos, várias edições das próprias cadernetas e os respetivos envelopes-surpresa, e ainda diversos impressos e publicações que reproduziram ilustrações da coleção.
 
O seu ilustrador é Carlos Alberto Santos, hoje um reputado pintor especializado em temas históricos, estando representado em coleções privadas e museus em Portugal e no estrangeiro. Nascido em 1933, começou o seu percurso artístico muito jovem como desenhador. Em 1953, após três anos de trabalho, completou a História de Portugal para a Agência Portuguesa de Revistas. A publicação constituiu o maior êxito da conhecida editora no campo do cromo e tem hoje um estatuto mítico nas memórias dos que a colecionaram durante os 20 anos em que foi vendida. Continue a ler.


segunda-feira, 14 de outubro de 2013

«COMO SE ESCONDE A DESIGUALDADE EM PORTUGAL»








HANNAH ARENDT | hoje no Goethe Institut





Na sexta-feira  passada, durante  o almoço, o colega Fernando Chambel referiu-se ao filme Hannah Arendt, dando a entender que o deviamos divulgar aqui no Em Cada Rosto Igualdade. Pouco depois, o Paulo Carretas  mandou um e-mail  sobre uma conversa a propósito do filme a ter lugar hoje, dia 14,  no Goethe Institut, às 19:00H. No dia seguinte, vimos que era o tema da crónica de Clara Ferreira Alves no Expresso. O post tinha de sair o mais rápido possível ! E cá está, e feita a sua história, comecemos pelo trailer do filme:




Depois, do que está disponível no site do Goethe Institut: No dia 14 de Outubro haverá uma conversa sobre o filme Hannah Arendt de Margarethe von Trotta com a historiadora Irene Pimentel e Joachim Bernauer, director do Goethe-Institut. Moderação e introdução: Isabel Lopes (Goethe-Institut)
Após assistir ao julgamento do nazi Adolf Eichmann, a filósofa política Hannah Arendt atreve-se a escrever sobre o Holocausto em termos inauditos. O seu trabalho provoca imediatamente escândalo mas Arendt mantém-se firme ao ser atacada tanto por inimigos, quanto por amigos.
HANNAH ARENDT é um retrato do génio que abalou o mundo com a sua tese sobre a “banalidade do mal”.
Lá, também disponível, uma nota da crítica de Nuno Ramos de Almeida, no jornal i:
Todo o filme sobre Hannah Arendt medita sobre a razão e a forma como o mal absoluto foi cometido no mundo dos seres humanos.(...) O filme de Margarethe von Trotta é notável. Todo o talento cru da realizadora de A HONRA PERDIDA DE KATHARINA BLUM (1975) está presente nesta obra, mas com um apuramento formal e uma forma cinematográfica superior.
E da crónica de Clara Ferreira Alves:
  

Já vimos o filme e, opinião de leiga, é mesmo a não perder. E claro que nisto tudo não podíamos esquecer a realizadora - Margarethe von Trotta:


de quem pode ler entrevista no i online, nomeadamente o destaque: "Como realizadora dou voz a outras mulheres que me interessam" .



sábado, 12 de outubro de 2013

ALICE MUNRO | Prémio Nobel da Literatura 2013





Na quinta-feira ficou a conhecer-se que Alice Munro era  Prémio Nobel da Literatura 2013.  Fernando Chambel (Dgartes) apostou com os colegas de sala que no dia seguinte ia estar no Em Cada Rosto Igualdade. Perdeu, demorámos mais um dia, há posts que  o são mais devagar. Mas mostra bem como o nosso blogue já faz parte do quotidiano, ou seja,   a questão da igualdade, nomeadamente de género, entra nas nossas conversas do dia-a-dia, de forma natural, como se pretendia. E por esta perspetiva, já se justificava trazer o acontecimento para aqui, como o  compele, por exemplo, este destaque, no jornal Público: «A contista que muitos comparam a Tchekov acabou mesmo por convencer a Academia Sueca, tornando-se, aos 82 anos, o 110.º autor - e a 13.ª mulher - a ganhar o Nobel da Literatura». Em 110 apenas 13 !  E numa época em que os mais velhos e mais velhas  são, por vezes, tão desconsiderados e desconsideradas, 82 anos também merece a nossa alegria. E do muito que se está a escrever sobre a laureada, reparámos no que diz Helena  Vasconcelos também no jornal Público  (edição impressa):

 «É impossível não referir ainda, o papel que as mulheres ocupam nos contos de Munro: é em torno das figuras femininas - de todas as idades e feitios, mães, filhas, irmãs, amigas, companheiras, primas, vizinhas e amantes que enchem páginas e páginas com as suas acções,  os seus sobressaltos e ansiedades, num mundo acolhedor e caseiro mas por vezes sombrio, onde os gestos habituais podem esconder pensamentos muito pouco amáveis - que tudo gravita, incluindo os homens que se limitam a segui-las ou a abandoná-las, a amá-las e  a desejá-las, a ignorá-las ou a impor-lhes a sua presença».

Mas o melhor que podemos fazer a um Prémio de Literatura é lê-lo, e Alice Munro está traduzida em português:






quinta-feira, 10 de outubro de 2013

TUNAS UNIVERSITÁRIAS | Tunas Femininas | 12 OUTUBRO


Primeiro de Janeiro - 2013-10-08

Recentemente têm-nos chamado a atenção para as Tunas Femininas, e deve ter sido por isso que a notícia da imagem, onde estão referenciadas, não nos passou despercebida. Para já fiquemos por aqui, mas é capaz de ser assunto a que faz sentido voltar: saber mais  sobre as tunas, nomeadamente na perspetiva de género. Para finalizar, uma atuação da A Feminina da Farmácia.





quarta-feira, 9 de outubro de 2013

JANET YELLEN




Janet Yellen está a ser notícia porque deverá ser  a primeira mulher  nomeada para o Banco Central  dos EUA. A questão de género, na circunstância, a organizar muita da comunicação social. Um dos títulos, no jornal SOL:  Janet Yellen, a primeira mulher na chefia do Banco Central norte-americano. Como já alguém escreveu, se fosse homem começariam por se referir ao seu currículo e, como já alguém disse também, o facto de ser mulher deve ter pesado na decisão de Obama. E como se isso fosse negativo... .  Vejamos do percurso profissional de Yellen: Janet Yellen, que o presidente Barack Obama deverá nomear hoje para a presidência do Banco Central norte-americano, é considerada uma economista respeitada e próxima da elite económica progressista.
Yellen, de 67 anos, vai tornar-se a primeira mulher a presidir à Reserva Federal (FED), instituição onde passou um terço da sua carreira e na qual ocupa actualmente o segundo lugar.
Obama deve anunciar a sua escolha para um mandato de quatro anos num evento que decorre ao fim da tarde na Casa Branca e ao qual assiste o presidente cessante da FED, Ben Bernanke, segundo fonte oficial norte-americana.
Considerada uma democrata, Yellen passou mais de 12 anos no centro da política monetária norte-americana e é vista como uma pessoa mais preocupada com a questão do desemprego do que com a inflação. Continue a ler no SOL online. E é de ler  Five Things You Need to Know About Janet Yellen. Por fim, no Ms. blog  Feminists Are Yelling f or Yellen. Uma passagem (sublinhado nosso) :


«It all culminated on Tuesday when Bloomberg writer Albert Hunt said
No one doubts Yellen’s credentials as an economist, but questions have been raised, mainly by those in the Summers camp, about whether she has the gravitas to manage a financial crisis.
Hunt’s claims are clearly based in sexism. Yellen’s past experience has shown that she is more than capable of handling a crisis.»

«TRÊS DEDOS ABAIXO DO JOELHO» | Cortes e Proibições






A peça já esteve no Teatro Nacional D. Maria II. No seu site  pode ainda ler-se: 



No arquivo da Torre do Tombo, Tiago Rodrigues encontrou um arquivo enorme da censura exercida sobre o teatro durante o regime fascista. Entre milhares de textos de teatro submetidos ao exame dos censores do Secretariado Nacional de Informação, Tiago Rodrigues ficou particularmente interessado nos relatórios escritos pelos próprios censores onde explicam os cortes ou proibições de textos e encenações. 

A ironia por trás de Três dedos abaixo do joelho é que transforma os censores em dramaturgos, usando os seus relatórios como o texto de um espectáculo onde os actores formam uma máquina de censurar poética e absurda. De alguma forma, aqueles que oprimiram a liberdade artística e política do teatro deixaram-nos uma herança que nos pode ajudar a redescobrir o perigo e a importância do teatro na sociedade.

No dia 9 de novembro vai estar  no Cine-Teatro Alba.

Primeiro de Janeiro - 7OUT2013



terça-feira, 8 de outubro de 2013

CONVITE | Prémio Igualdade é Qualidade | 10 OUTUBRO | Palácio Foz | PELAS 10:30H

 
 


 
O Prémio Igualdade é Qualidade é uma distinção de prestígio, que visa premiar as empresas e outras entidades empregadoras (públicas, cooperativas, associações e outras sem fins lucrativos), que se diferenciem pelo desenvolvimento de políticas exemplares e de boas práticas na promoção da igualdade de género no trabalho, no emprego e na formação profissional e pela adoção de princípios e medidas de conciliação entre a vida profissional, familiar e pessoal.  +
 
 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

UNIVERSIDADE FEMINISTA | outubro 11 e 12








O Centro de Cultura e Intervenção Feminista CCIF/UMAR receberá o seminário de abertura da Universidade Feminista no dia 12 de Outubro, pelas 9:30. A entrada é livre, no limite dos lugares disponíveis, sujeita a inscrição para universidadefeminista@gmail.com


quinta-feira, 3 de outubro de 2013

APENAS 23 MULHERES FORAM ELEITAS PRESIDENTES DE CÂMARA





As mulheres presidem apenas 23 das 308 câmaras do país. No total nacional, a percentagem de mulheres eleitas para liderar executivos municipais é de 7,46%. 


- O PS alcançou a presidência de 150 câmaras colocando 12 mulheres à frente de executivos municipais 
- A CDU conquistou 34 municípios dos quais 6 são presididos por mulheres
- O PSD, entre os 86 presidentes de câmara eleitos apenas 2 são mulheres
- A coligação entre o PSD e o CDS-PP elegeu  16 presidentes,  1 é mulher
- Os grupos de cidadãos conquistaram 13 câmaras municipais, elegendo 2 mulheres  

Mas sobre o assunto veja a notícia donde tirámos estes dados: aqui, no SOL online. Lá também se pode ler:  «Durante a campanha autárquica, a União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) acusou "a esmagadora maioria" das forças políticas de tratarem a candidatura de mulheres "como figuras de adorno" nas listas.
Em comunicado, a UMAR considera que está em curso um "recuo civilizacional que 'legitima' a ausência da participação das mulheres na política", sete anos depois da aprovação da lei da paridade, que prevê que as listas tenham uma representação mínima de 33,3 por cento de cada um dos sexos e que não tenham mais que dois candidatos do mesmo sexo seguidos.
De acordo com a UMAR, em 1.219 cabeças de lista que se candidataram às autárquicas de domingo, "apenas 156 são mulheres", ou seja, pouco mais de um décimo (12,79%).
"Pelo menos neste critério a quota de paridade não revela uma evolução positiva", afirma a organização, que lembrava ainda que mais de 70 candidaturas não respeitaram a lei da paridade, segundo a Comissão Nacional de Eleições».  Aqui, na integra, o comunicado da UMAR:  PARA SER AUTARCA É PRECISO “FAZER A BARBA”?

A propósito, lembremos este post.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

PARTIS | Práticas Artísticas Para Inclusão Social | CANDIDATURAS até 25 outubro | PROJETOS a iniciar em dezembro de 2013 | PROGRAMA GULBENKIAN DE DESENVOLVIMENTO HUMANO





«O concurso PARTIS - Práticas Artísticas para Inclusão Social pretende apoiar projetos sociais destinados à integração social através das práticas artísticas.
Os melhores e mais inovadores projetos de integração social pela prática artística, nas áreas das artes visuais, artes performativas e audiovisuais (nomeadamente teatro, dança, música, circo, grafitti, performance, pintura, escultura, instalação, vídeo, fotografia, entre outras) serão apoiados, até um máximo de €25 mil euros/ano. As propostas devem ser consistentes, informadas e sustentadas, assentes em parcerias alargadas, passíveis de avaliação e replicação.
Podem concorrer organizações não lucrativas com projetos que promovam a inclusão social de cidadãos em situação de maior vulnerabilidade social, tendo em vista a promoção do encontro e diálogo entre diferentes - em termos sociais, etários, culturais, entre outros -, e também a igualdade de oportunidades e o reforço da coesão social e territorial». SAIBA MAIS.



Contactos
Hugo de Seabra
Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano
Email - partis@gulbenkian.pt
Tel - +351217823547